Síndrome do Túnel do Carpo

O túnel do carpo e um compartimento anatômico fechado no punho, compreendido entre os ossos do carpo (hamato e piramidal do lado ulnar e escafoide e trapézio do lado radial). Dentro do túnel do carpo, encontramos dez estruturas: os flexores superficiais e profundos dos dedos, o flexor longo do polegar e o nervo mediano.


A causa dos sintomas da síndrome do túnel do carpo é a diminuição do compartimento levando a compressão do nervo mediano, que pode ser causado por exemplo, por uma sequela de fratura do punho ou aumento do conteúdo, causado por alguma malformação congênita (presente ao nascimento), processos inflamatórios como as tendinites dos tendões flexores.

 

Existem doenças que são comumente associadas com o túnel do carpo como: Diabete, hipotireoidismo, obesidade e doenças reumatologias.
 

Os sintomas principais são formigamento, queimação ou dormência da região inervada pelo nervo mediano que compreende o polegar, indicador, dedo médio e metade radial do dedo anelar. Com a progressão da doença não tratada, o paciente pode apresentar perda de força com objetos que podem cair da mão e dificuldade para abrir potes.


O tratamento inicial é não cirúrgico com órtese e reabilitação e se não houver melhora dos sintomas ou em casos mais severos, o tratamento é cirúrgico. Procure sempre um especialista em Cirurgia da Mão.