Pagina Inicial
A Clínica
Ortopedia
Acupuntura
Urologia

Lesão do menisco


A lesão meniscal (ruptura do menisco) é uma das lesões ortopédicas mais comuns. Por ser tão comum, causa enorme impacto na sociedade, prejudicando trabalhadores, atletas, crianças, jovens, adultos e idosos a realizar as mais diversas atividades. Porém são lesões passíveis de tratamento, como veremos a seguir.

A articulação do joelho é a maior articulação do corpo e uma das mais complexas. Pelo seu uso contínuo durante a vida, ele fica vulnerável a lesões. Por ser composto de muitas partes, muitas coisas diferentes podem dar errado.
Atletas, particularmente aqueles que praticam esportes de contato, estão em maior risco de lesões meniscais. No entanto, qualquer pessoa em qualquer idade pode romper um menisco. Nos adultos e idosos pode ocorrer uma rotura do menisco espontânea devido ao enfraquecimento (degeneração) do mesmo.

Anatomia

Anatomia normal do joelho, vista frontal. Três ossos se encontram para formar a articulação do joelho: o fêmur, a tíbia, e a patela (rótula). A patela situa-se a frente da articulação.
Nova_Imagem_(33)
























menisco
Em cada metade do joelho, na junção entre os ossos (fêmur acima e tíbia abaixo) existe uma cartilagem (fibrocarilagem) em forma de meia-lua que funcionam como "amortecedores". Estes são chamados de meniscos, são dois meniscos para cada joelho (menisco medial e menisco lateral). Eles são resistentes e elásticos para ajudar a amortecer a articulação e mantê-la estável. Cada menisco pode ser subdivido em três partes, são elas: corno anterior, corpo e corno posterior.







Um menisco é considerado lesionado quando está rasgado, As lesões podem ocorrer de diversas maneiras e em diversas localizações no mesmo menisco. Lesões comuns incluem oblíqua, longitudinal, transversa, degenerativa, alça de balde, e complexas. As lesões mais comuns ocorrem no corno posterior do menisco medial e no corno anterior do menisco lateral.
lesao_do_menisco




















Lesão do menisco no esporte ocorrem frequentemente junto com outras lesões do joelho, como lesões do ligamento cruzado anterior.
Lesões meniscais muitas vezes acontecem durante a prática esportiva, o jogador durante agachamento pode torcer o joelho, ocasionando uma lesão do menisco. Contato direto, como acontece no futebol, às vezes está envolvido.
Os idosos são mais propensos a ter lesão degenerativa do menisco. O menisco enfraquece e desgasta com o tempo, podendo durante o processo degenerativo sofrer uma ruptura. Quando os meniscos estão enfraquecidos com a idade, algumas vezes, basta girar o joelho ao se levantar de uma cadeira para causar uma lesão.

Sintomas


Você pode sentir um estalo ao lesionar um menisco. A maioria das pessoas ainda pode andar após o episódio. Muitos atletas continuar a jogar com uma lesão. Porém após 2 ou 3 dias, o seu joelho vai gradualmente se tornar mais inchado.

Os sintomas mais comuns de lesão meniscal são:
• Dor no joelho
• Rigidez e inchaço

• Dificuldade para agachar
• Perda de amplitude de movimento do joelho
• Bloqueio (travamento) do joelho
• Estalo do joelho em determinados movimentos

Sem tratamento, um pedaço de menisco pode se soltar e flutuar dentro da articulação. Isto pode ocasionar um travamento e/ou estalo do joelho.

Exame médico e história do Paciente


Depois de discutir os seus sintomas e história médica, o médico irá examinar o seu joelho. Ele irá verificar se há dor ao longo da linha da articulação, onde o menisco se localiza. Isso muitas vezes é sinal de uma lesão.
Um dos principais testes para lesão meniscal é o teste de McMurray. O seu médico irá dobrar o joelho, então endireitar e girá-lo. Isso coloca tensão sobre o menisco. Se você tiver uma lesão meniscal, este movimento pode gerar dor e um estalo.

Os exames de imagem

Já que outros problemas no joelho podem causar sintomas semelhantes, seu médico pode pedir exames de imagem para ajudar a confirmar o diagnóstico.
Raios-X. Embora os raios X não mostram lesões meniscais, podem apresentar outras causas de dor no joelho, como osteoartrose.
Ressonância magnética (RM). Este estudo pode criar melhores imagens dos tecidos moles do joelho. É o exame de escolha para vizualizar as lesões meniscais.
Tomografia computadorizada com contraste intrarticular. Em raras lesões com desinserção capsular do menisco (desinserção menisco-capsular) não é possível a correta vizualização da lesão no exame de ressonância magnética podendo ser necessário este exame.

 

 


Tratamento


Como seu ortopedista tratará a sua lesão vai depender do tipo de lesão que você tem, seu tamanho, localização e sintomas.
A região periférica do menisco tem um rico suprimento sanguíneo. Uma lesão nesta região tem potencial para cicatrização espontânea, ou muitas vezes podem ser suturadas (costuradas) com cirurgia por videoartroscopia. Uma lesão longitudinal é um exemplo deste tipo de lesão.
Em contraste, a região interna do menisco não tem um suprimento de sangue. Sem os nutrientes do sangue, as lesões nesta região dificilmente podem cicatrizar. Estas lesões são muitas vezes complexas ou oblíquas.  As lesões nesta região são geralmente removidas com cirurgia por videoartroscopia.
Juntamente com o tipo de lesão que você tem, sua idade, nível de atividade, sintomas, e quaisquer lesões relacionadas também irão contribuir para seu plano de tratamento.

Tratamento não cirúrgico

Se a lesão é pequena e na borda externa do menisco, pode não ser necessário o reparo cirúrgico. Se os sintomas vão gradualmente diminuindo e seu joelho está estável, o tratamento não cirúrgico pode ser tudo que você precisa. Este tratamento consiste de:
• Repouso: Não realize nenhuma atividade esportiva, evite carregar peso e subir e descer escadas. O seu médico pode recomendar que você use muletas para evitar colocar peso sobre sua perna.
• Gelo: Use bolsas de gelo por 10 a 20 minutos, várias vezes ao dia, nos primeiros dias após a lesão. Não aplique gelo diretamente sobre a pele.
• Elevação. Para reduzir o inchaço, coloque sua perna acima do nível do seu coração enquanto repousa.
• Analgésicos. Medicamentos como dipirona e paracetamol reduzem a dor. Outros medicamentos podem ser prescritos pelo seu médico.

Tratamento Cirúrgico

Se os sintomas persistirem com tratamento não cirúrgico, o médico pode sugerir a cirurgia artroscópica.
Procedimento. Artroscopia do joelho é uma das cirurgias mais realizadas. Nela, uma pequena câmera é introduzida através de uma pequena incisão. Isso proporciona uma visão clara do interior do joelho. O seu médico irá introduzir pequenos instrumentos cirúrgicos através de outras pequenas incisões para cortar ou suturar (costurar) a lesão no menisco.
Após a cirurgia, é colocado um curativo, não sendo necessário imobilizar o joelho após o procedimento.
Uma vez que a cicatrização inicial for concluída, o seu médico irá orientar exercícios de reabilitação. Exercício regular para recuperar a mobilidade do joelho e força geralmente é necessário. Você vai começar com exercícios para melhorar a amplitude de movimento do joelho. Exercícios de fortalecimento serão gradualmente adicionados ao seu plano de reabilitação.
A reabilitação pode ser feita em casa ou com o seu fisioterapeuta, a depender da orientação do seu médico.


Participe do meu livro de visitas abaixo e deixe sua dúvida ou comentário sobre lesão do menisco.
Dr. Mauricio M. Iamaguchi

Postar uma Nova Mensagem


Nome: marcelo Email: marcelonardin@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 14 Jun 2012 14:54:25 GMT

Comentário: Boa tarde, gostaria de entender um pouco do laudo de RM que consta a seguinde conclusão: ruptura complexa no corpo posterior do menisco medial com possivel extenção para o corpo meniscal



Marcelo boa noite!

quando o radiologista menciona no laudo ruptura do menisco significa que ele está lesionado/rasgado , e complexa significa que a lesão tem mais de uma parte rasgada podendo ser uma lesão combinada, exemplo oblíqua+horizontal(como nos desenhos acima), corno posterior / corpo significa que a lesão compromete a parte de trás do menisco interno/medial, qualquer dúvida agende uma consulta no tel.30214155 um abraço

Dr Mauricio Iamaguchi
Nome: Rita Estrela Email: rcaem@hotmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 22 Jun 2012 16:41:42 GMT

Comentário: Bom dia Dr. Meu filho está com 15 anos, e em janeiro jogando futebol sentiu fortes dores no joelho.De lá para cá já fizemos Rx, Ultrassonografia eatravés da ressonância descobrimos que ele está com rotura do corno anterior do menisco medial.O Ortopedista indicou que fosse avaliado por um especialista em articulação do joelho,para avaliar necessidade ou não de cirurgia.mas temo que isso demore muito como tudo no meu convênio.O que devo fazer enquanto isso?ele pode fazer atividades tipo andar de bicicleta, academia?Ele andou jogando futebol com uso de tensor e não sentiu dores nem inchou.Isso é muito grave, tem cura?desde já muito abrigada. 

Rita bom dia!
A ruptura do corno anterior do menisco medial realmente pode cursar com poucos sintomas, se não constar no laudo lesão em alça provavelmente ele não terá problemas para realizar atividades físicas sem impacto e sem agachamento, como andar de bicicleta e fazer fortalecimento/musculação, mas só olhando as imagens é que poderia dar uma opnião definitiva, espero ter ajudado, abraços

Mauricio Iamaguchi



Nome: carlos pitangueira Email: carlospitangueira@hotmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 26 Jun 2012 19:11:51 GMT

Comentário: Boa tarde doutor, no meu exame de RM tem a seguinte conclusão. lesão longitudinal horizontal da transição entre o corpo corno posterior do menisco medial, com sinais de perimeniscite - foco de edema da medula óssea subcortical na margem anterior da metáfise distal do fêmur, achado q pode estar relacionado a sobrecarga - peritendinite anserna e do semimenbranoso distal. Desde já agradeço. 

Carlos bom dia!
A lesão horizontal é normalmente uma ruptura do menisco degenerativa, isto é, normalmente oscasionada pela sobrecarga repetitiva durante a vida, o foco de edema subcortical no fêmur é um sinal de que também existe degeneração da cartilagem articular do fêmur, resumindo, sua lesão provavelmente é de aspecto mais degenerativo, podendo ter mais espaço para um tratamento não cirúrgico do seu problema, optaria inicialmente por fortalecimento e alongamento dos membros inferiores, e caso persista poderia também pensar em infiltrção com corticoesteróides antes de pensar em cirurgia por video artroscopia, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: paulo sergio teixeira Email: pstfaustino@yahoo.com.br
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 19 Aug 2012 00:18:15 GMT

Comentário: boa noite, fiz uma RM e la foi descrito o seguinte: sinais sugestivos de laão degenerativa incipiente no corno posterior do menisco medial, qual o melhor tratamento??? 

Paulo boa noite!

Lesão degenerativa do menisco não significa que ele esteja rasgado, significa que o menisco está degenerado, ou seja, significa que o menisco está um pouco endurecido e provavelmente não é a sua fonte principal de dor, já que o menisco degenerado não é fonte de dor, só realizando um exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder identificar qual a sua fonte de dor, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Vilquer Email: vilquermazoni@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País:   Data: 22 Aug 2012 13:20:14 GMT

Comentário: Bom dia! Estava jogando bola no dia 08/07/12 e meu joelho fez força para dobrar ao contrário quando pisei, a partir daí comecei a sentir um desconforto e fui ao médico, fiz a RM e o laudo diz o seguinte: Impressão Diagnóstica 1 - Derrame intra-articular mínimo 2 - Ruptura do corpo/corno anterior do menisco medial 3 - Sinais de estiramento/ruptura parcial do ligamento cruzado anterior 4 - Sinais de estiramento da banda iliotibial e dos retináculos Lateral e Medial 5 - Edema Pré-Patelar 6 - Coleções líquidas peritendíneas ao nível do semimembranoso e poplíteo e junto as inserções tibiais dos retináculos patelares 7 - Sinais de condropatia patelar 8 - Sinais de lesão crônica de Osgood-Schlatter o que isso significa e qual seria o tratamento? Ainda não mostrei ao médico, aguardo por sua ajuda. Obrigado! 

Vilquer bom dia!

O entorse no seu joelho provavelmente causou a lesao parcial do ligamento cruzado anterior, a ruptura do menisco medial, o derrame articular, os estiramentos e as coleções liquidas, a lesão de osgood-schlatter normamalmente cursa assintomática após a adolescencia, só realizando um exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder avaliar se existe instabilidade ligamentar no seu joelho e qual a fonte principal de dor para poder definir o melhor tratamento, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: luis fernando azambuja Email: azambuja.luis@hotmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 27 Aug 2012 18:32:02 GMT

Comentário: caro dr. no meu exame da r.m. deu ruptura no corno posterior e corpo do menisco medial com formação de cisto para- meniscal de +- 2,0 cm em seu diametro. gostaria de saber se tenho que operar ? eu tive este diagnóstico a mais de 2 anos e nada fiz ate hoje , doi só de vez enquando.aguardop seu retorno atenciosamente agradecido. 

Luis bom dia!

As lesões meniscais podem ser muito diferentes umas das outras, a lesão meniscal mais associada a formação de cisto meniscal é a lesão horizontal no corpo e corno posterior do menisco medial, a lesão horizontal é normalmente uma ruptura do menisco degenerativa, isto é, normalmente ocasionada pela sobrecarga repetitiva durante a vida, se sua lesão for de aspecto mais degenerativo, pode ter mais espaço para um tratamento não cirúrgico do seu problema, optaria então inicialmente por fortalecimento e alongamento dos membros inferiores, e caso persista poderia também pensar em infiltração com corticoesteróides antes de pensar em cirurgia por video artroscopia, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Carlos Silva Email: carlos.silva1965@oi.com.br
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 31 Aug 2012 00:45:02 GMT

Comentário: Dr Mauricio. Boa noite,gostaria se possível for que o sr me orientasse em relação a cura de minha doença. Tenho fortes dores no joelho esquerdo que me impede de subir degraus,rampas ou descer qualquer coisa, e também caminhar longas distâncias. Minha RM de as seguintes anormalidades. Alterações degenerativa do corno posterior do menisco medial. Isso tem cura ? é grave ? favor tirar minhas dúvidas. Desde já agradeço . 

Carlos bom dia!

Lesão degenerativa do menisco não significa que ele esteja rasgado, significa que o menisco está degenerado, ou seja, significa que o menisco está um pouco endurecido e provavelmente não é a sua fonte principal de dor, já que o menisco degenerado não é fonte de dor, só realizando um exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder identificar qual a sua fonte de dor, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Diego Email: diego_slima19@yahoo.com.br
Cartão de Visitas:   
País:   Data: 4 Sep 2012 23:46:58 GMT

Comentário: Boa noite doutor. tenho uma lesão no joelho direito: lesão por rotura do no corpo e no corno posterior do menisco medial,ja estou ciente que terei de operar. Devido a falta de segurança na outra perna acabei desequilibrando e bati o joelho esquerdo, o que ocasionou a torção no joelho, foi solicitado uma RM para o joelho esquerdo. diagnostico: *Foco de rotura no corpo e corno posterior do menisco medial? essa segunda lesão seria equivalente a primeira? é necessário operar tbm? Muito obrigada! 

Diego bom dia!

As lesões meniscais podem ser muito diferentes umas das outras, quando existe uma ruptura do menisco, o mesmo pode ficar instável e sair do seu local habitual, ocasionando dor, poucas rupturas do menisco tem potencial de cura espontânea, portanto a dor e o tipo de lesão são os fatores mais importantes para a tomada de decisão do tratamento, que pode ser não cirúrgico ou cirúrgico, e o tratamento cirúrgico pode ser a simples remoção, ou a sutura do menisco, mantendo a função do mesmo, só realizando uma história e exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder definir o melhor tratamento para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi




Nome: Marcelo Melo Email: marcelo_melo2003@ig.com.br
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 10 Sep 2012 23:54:23 GMT

Comentário: Boa Noite Doutor, no meu exame de RM apresentou o seguinte diagnóstico: Pequeno traço hiperintenso e com curso oblícuo, comprometendo o corno posterior do menisco medial, próximo a sua margem livre, podendo apresentar pequena ruptura.Discreta alteração fibrocistica no contorno posterior do platô tibial medial. Gosto de praticar esportes e isto está me atrapalhando. É recomendável a cirurgia? 

Marcelo bom dia!

Provavelmente deve ter espaço para uma tentativa de tratamento não cirúrgico para sua lesão, caso a dor já incomode há mais de 3 meses sem melhora com o tratamento pode-se indicar uma video artrocopia para tratamento cirúrgico de sua lesão, claro que só realizando uma história e exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder definir o melhor tratamento para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Arêta de Oliveira Email: aretapop@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 14 Sep 2012 00:50:55 GMT

Comentário: Boa Noite Doutor, devido dores e inchaços no joelho, minha mãe fez um exame cujo diagnóstico foi:Rotura do crono anterior do menisco lateral, com edema adjacente (perimeniscite) / Estiramento do ligamento colateral medial / Patela alta. Tróclea displásica / Condropatia patelar / Moderado derrame articular. Poderia me ajudar a entender este diagnóstico, ou dar alguma orientação sobre o tratamento? 

Arêta bom dia!

São muitas as fontes potenciais de dor no exame de sua mãe, só realizando uma história e exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder definir o melhor tratamento para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: André Email: andreluisjr@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 14 Sep 2012 15:54:58 GMT

Comentário: BOa Tarde. Gostaria de saber se o seguinte diagnóstico é caso cirúrgico: "Irregularidade do meniscofemoral do menisco interno, com edema e má indivisualização de sua inserção, devendo corresponder desinserção menisco-capsular". Grato 

André, boa tarde!

Pode ser um caso de desinserção do menisco a sua cápsula, talvez uma tomografia computadorizada com contraste intrarticular poderia dar certeza do ocorrido, se for uma desinserção, pode ser uma ótima indicação para cirurgia de sutura do menisco, só realizando uma história e exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder definir o melhor tratamento para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: josamar Email: 
Cartão de Visitas:   
País:   Data: 14 Sep 2012 17:59:51 GMT

Comentário: boa tarde,olha doutor queria saber o que significa faixa de elevacao de sinal degenerativa no corno superior do menisco medial isso pode ser grave desde ja obrigado 

Josamar boa tarde!

Lesão degenerativa do menisco não significa que ele esteja rasgado, significa que o menisco está degenerado, ou seja, significa que o menisco está um pouco endurecido e provavelmente não é a sua fonte principal de dor, já que o menisco degenerado não é fonte de dor, só realizando um exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder identificar qual a sua fonte de dor, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Roberto Corrêa Filho Email: robertocorrfilho@yahoo.com.br
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 21 Sep 2012 00:32:06 GMT

Comentário: Boa Noite! Realizei uma RM do JE que diz o seguinte: Alteração de sinal c/ padrão de edema medular, localizado na porção interna do côndilo femoral lateral, junto a origem do LCA. Condropatia patelar grau III. Sinais compatíveis c/ rotura do corno anterior do menisco lateral. Ligamento patelofemoral medial heterogêneo, c/ delaminação de suas fibras e alteração de sinal c/ padrão de edema circunjacente, podendo corresponder a lesão parcial, na dependência de correlação c/ dados clínicos. OBS: Fiz uma cirurgia nesse joelho há 04 anos, devido ao rompimento do LCA e menisco. Coloquei dois pinos. Desde já agradeço! 

Roberto bom dia!

São muitas as fontes potenciais de dor no seu exame, só realizando uma história e exame físico completo e avaliando melhor as imagens da RM para poder definir o melhor tratamento para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: PRISCILA Email: PRI_BXA@YAHOO.COM.BR
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 3 Oct 2012 17:01:25 GMT

Comentário: FIZ A RESSONÂNCIA EO RESULTADO FOI -LESÃO TIPO 1E2 DO LIGAMENTO COLATERAL MEDIAL -PEQUENA LESÃO MENISCO CAPSULAR ANTERIOR DO MENISCO MEDIAL -CONDROMALÁCIA PATELAR GRAU 1 -PEQUENO DERRAME ARTICULAR COM SINAIS DE SINOVITE. SOU ATLETA DE FUTSAL,ESTOU FAZENDO FISITERAPIA E FORTALECIMENTO NA ACADEMIA,ESTA CORRETO???AINDA SINTO DORES,QTO TEMPO VOU PODER VOLTA A JOGAR??O MEDICO Q PASSEI NÃO ERA ESPECIALISTA.OBRIGADO TAYLA HELLEN 

Priscila bom dia!

Provavelmente o tratamento não cirúrgico deve ser o melhor para seu caso, a sua lesão menisco capsular tem potencial para regeneração espontânea, caso não tenha melhora com a fisioterapia deve ser reavaliada para definir o melhor tratamento, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Leandro Borges Email: lsborges05@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 6 Oct 2012 02:35:51 GMT

Comentário: Boa noite Doutor. Gostaria de saber se posso efetuar somente o tratamento conservador do diagnóstico a seguir : ruptura oblíqua do corno posterior do menisco medial com extrusão parcial do corpo do menisco e sinais de perimeniscite adjacente. Gostaria muito de evitar uma cirurgia. Essa lesão aconteceu no dia 22/09/2012. Obrigado pela atenção. 

Leandro bom dia!

As lesões meniscais podem ser muito diferentes umas das outras, quando existe uma ruptura do menisco, o mesmo pode ficar instável e sair do seu local habitual, ocasionando dor, poucas rupturas do menisco tem potencial de cura espontânea, portanto a dor e o tipo de lesão são os fatores mais importantes para a tomada de decisão do tratamento, as lesões oblíquas do corno posterior do menisco medial podem ser muito sintomáticas, e muitas vezes não apresentam melhora com o tratamento não cirurgico, porém 1 a 3 meses de fisioterapia, fortalecimento, alongamento e analgésicos e eventualmente até uma infiltração pode ser uma tentativa válida de tratamento antes de indicar um tratamento cirúrgico para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Zoro Email: zorobabel-vieira@hotmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 15 Oct 2012 01:05:46 GMT

Comentário: Boa Noite Dr. Pela R.M. constatou: Derrame articular em pequena quantidade; linha de hipersinal no corpo e corno posterior do menisco medial estendendo-se para a superfície inferior; sinais de degeneração tipo mucina em menisco lateral; CONCLUSÃO: Ruptura no corpo e corno posterior do menisco medial. Após o exame interrompi as atividades físicas, porém, noutro dia, joguei uns 15 minutos de futebol em grama sintética e as dores voltaram. Será necessário a cirurgia? Grato, Zoro 

Zoro boa tarde!

As lesões meniscais podem ser muito diferentes umas das outras, quando existe uma ruptura do menisco, o mesmo pode ficar instável e sair do seu local habitual, ocasionando dor, poucas rupturas do menisco tem potencial de cura espontânea, portanto a dor e o tipo de lesão são os fatores mais importantes para a tomada de decisão do tratamento,existem diversos tipos de lesão, porém as lesões do corno posterior do menisco medial podem ser muito sintomáticas, e muitas vezes não apresentam melhora com o tratamento não cirurgico, porém 1 a 3 meses de fisioterapia, fortalecimento, alongamento e analgésicos e eventualmente até uma infiltração pode ser uma tentativa válida de tratamento antes de indicar um tratamento cirúrgico para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Maria Ribeiro Email: jalma.alves@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 17 Oct 2012 20:56:49 GMT

Comentário: Boa tarde Dr Mauricio Iamaguchi Estou a quatro meses com dor na parte interna do joelho. Começou com pequenas fisgadas e foi aumentando. A dor agora é frequente ,forte e é como se estivesse abrindo dentro do joelhoEstou mandando o resultado dos exames e gostaria muito sua orientação. Aguardo seu retorno, obrigada, Maria. RM DO JOELHO ESQ. Pequeno derrame articular.Cisto poplíteo de pequenas dimensões.Traço obliquo de ruptura acometendo o como posterior do menisco medial,levando a transecção de superfície meniscal inferior,estando o menisco lateral de morfologia e intensidade de sinal normais.Principais ligamentos do joelho e tendões do menisco íntegros.Patela normalmente articulada com tróclea, sem evidências de displasia. RX : Osteopenia discreta.Velamento da bolsa subquadricipital por derrame ou sinovite.Osteófito posterior da patela. 

Maria boa tarde!

As lesões meniscais podem ser muito diferentes umas das outras, quando existe uma ruptura do menisco, o mesmo pode ficar instável e sair do seu local habitual, ocasionando dor, poucas rupturas do menisco tem potencial de cura espontânea, portanto a dor e o tipo de lesão são os fatores mais importantes para a tomada de decisão do tratamento, as lesões oblíquas do corno posterior do menisco medial podem ser muito sintomáticas, e muitas vezes não apresentam melhora com o tratamento não cirurgico, porém 1 a 3 meses de fisioterapia, fortalecimento, alongamento e analgésicos e eventualmente até uma infiltração pode ser uma tentativa válida de tratamento antes de indicar um tratamento cirúrgico para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Nome: Rogério Email: rogeriocarnielo@gmail.com
Cartão de Visitas:   
País: BRASIL  Data: 18 Oct 2012 22:44:16 GMT

Comentário: Boa noite. O laudo do meu exame consta:Lesão degenerativa com rotura no corno posterior do menisco medial, condropatia patelar grau 1. Pequenos osteofitos tibiais. O que significa isso? 

Rogério boa tarde!

As lesões meniscais podem ser muito diferentes umas das outras, quando existe uma ruptura do menisco, o mesmo pode ficar instável e sair do seu local habitual, ocasionando dor, poucas rupturas do menisco tem potencial de cura espontânea, portanto a dor e o tipo de lesão são os fatores mais importantes para a tomada de decisão do tratamento,existem diversos tipos de lesão, porém as lesões do corno posterior do menisco medial podem ser muito sintomáticas, e muitas vezes não apresentam melhora com o tratamento não cirurgico, porém 1 a 3 meses de fisioterapia, fortalecimento, alongamento e analgésicos e eventualmente até uma infiltração pode ser uma tentativa válida de tratamento antes de indicar um tratamento cirúrgico para seu caso, espero ter ajudado, abraço

Mauricio Iamaguchi



Site Map