Pagina Inicial
A Clínica
Ortopedia
Acupuntura
Urologia
 Hiperplasia Prostática Benigna


         A hiperplasia prostática benigna (HPB) refere-se a um diagnóstico anatomopatológico que resulta do aumento benigno da próstata. Sua prevalência depende da faixa etária e é mais frequente em pacientes idosos, estimando-se que cerca de 80% dos pacientes acima dos 70 anos apresentem algum grau de HPB.

HPB


















          Os pacientes portadores dessa alteração apresentam sintomas que podem ser divididos em irritativos ou obstrutivos. Os sintomas irritativos são: aumento da freqüência urinária, acordar várias vezes à noite com desejo de urinar, urgência miccional, entre outros. Já os sintomas obstrutivos são: dificuldade de micção, dor ou ardor miccional, jato urinário fraco e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.  Esses sintomas têm impacto muito negativo na qualidade de vida em virtude da limitação das atividades diárias e de sono.

HPB1










          O diagnóstico da HPB se inicia nas queixas do paciente e exame de toque retal que confirma o aumento prostático. Além disso, exames laboratoriais e radiológicos como o PSA, exames de urina e ultrassonografia prostática são de grande importância para seu correto diagnóstico e diferenciação em relação ao câncer de próstata. 
          O tratamento se inicia com o uso de medicações orais que visam o relaxamento e a diminuição do tamanho da próstata. Em casos mais avançados, somente procedimentos cirúrgicos como a ressecção prostática ou uso do laser são capazes de aliviar os sintomas dos pacientes. Ou seja, existem opções. Portanto, informe-se !!


HPB2

















Dr. Walter Henriques da Costa
Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia
Mestre e Doutorando em Oncologia
International Member of the American Urological Association

Site Map